Chronos do Tempo

O mundo dos relógios e jóias
…e se a Europa pára (como parece estar) no “tempo”?
18/Jan/2013

Nunca, como nos dias que correm, se falou tanto de economia o seu presente, ou o seu futuro. Debates e entrevistas, juntam-se às mais variadas previsões e especulações, sem deixar de escalpelizar até ao mais ínfimo pormenor as razões e culpas do estado em que nos encontramos. Entre tanta análise e estudo, é cada vez mais claro que Portugal é apenas uma pequena peça de uma tormenta que agora assola toda a Europa. É “oficial”: a Europa entrou em recessão técnica.
Um dos erros apontados para o estado que o Velho Continente se encontra, foi a falta de visão política e a estratégia (na aposta nos serviços e nas novas tecnologias/profissões) seguida nas duas últimas décadas. A deslocalização da “produção” para o Oriente, criou um problema de difícil resolução, pelo menos a curto prazo. Contudo, ainda há uns quantos sectores que resistem e resistiram a esta “deslocalização”; veja-se a indústria relojoeira suíça que permanece estoicamente no seu país e continua a lutar para resistir aos “baixos custos orientais”, permanecendo com os seus salários e todos os outros custos helvéticos. Uma boa gestão e estratégia prova que o “swiss made” é uma mais valia.
Mas será que também esta indústria está ameaçada pela falta de outras indústrias e pela recessão europeia? Marcas que dependam fortemente das vendas no mercado europeu, poderão ver as suas receitas cair entre 25 a 30%, o que para muitas delas, poderá significar o “fim do sonho”, a falência. Marcas que em tempo certo apostaram no Oriente (leia-se China), e que diversificaram mercados, terão menos surpresas negativas nos seus volumes de vendas, não deixando de sentir a quebra nos seus resultados financeiros. 2013, para muitas marcas relojoeiras poderá ser um ano capital, ou até fatal.
Uma Europa adiada e à espera das eleições alemãs, pode provocar danos irreparáveis para muitas marcas relojoeiras suíças. Como estamos, a Europa parou e pode “parar o tempo” de muitas máquinas do… tempo.
2013 vai marcar a entrada da CHRONOS do tempo na www (world wide web), e muito brevemente vamos oferecer mais uma ferramenta de informação para os nosso leitores. Entretanto, a equipa da CHRONOS do tempo, faz votos de uma época natalícia festiva cheia de alegria e um ano de 2013 positivo, para todos os seus leitores, anunciantes e amigos.

Jorge Dinis, é director da revista CHRONOS do tempo.
29/Jan/2014

Um estudo recente da Global Blue (empresa que gere o reembolso do IVA), nos primeiros seis meses do ano, 41% dos turistas que pediram reembolso de impostos em produtos abrangido pelo regime de “tax free” (livres de impostos) tinham nacionalidade... Ler mais

Novos Astron da Seiko: tecnologia "movida" pelo Sol

A Seiko acaba de lançar três novos modelos no mercado nacional. A bem sucedida gama Astron está mais rica com estes lançamentos. Vejamos: Menos é... Ler mais

Lexus CT 200h Urban Edition

É o mais pequeno dos Lexus; mantém o estilo depurado e dinâmico que caracteriza a marca; e pisca o olho às condutoras femininas que pretendam um... Ler mais

Casio Edifice e smartphones  - hora certa em todo o mundo

Ter o seu relógio certo em mais de 300 cidades do Mundo, já é possível graças ao novo relógio apresentado pela Edifice.

Pilar Mata, Diarsa

Pilar Mata, Directora Geral da Diarsa, distribuidora (para Portugal e Espanha) de marcas como Hublot, Cuervo Y Sobrinos, Eberhard, e Ulysse Nardin... Ler mais