Chronos do Tempo

O mundo dos relógios e jóias
Sim, Sra. Ministra! – Pequeno guia para os candidatos a governar um país chamado “mulher”
25/Mar/2014

Uma das principais queixas entre os sexos é o problema da comunicação, o que leva à ruptura de muitos relacionamentos. Face à actual conjuntura económico-política, e para facilitar o entendimento da mensagem por parte do “sexo-forte” (designação altamente discutível!), resolvi fazer o enquadramento neste panorama.

Nesta crónica, e dando seguimento à anterior, o objectivo é facilitar o entendimento dos problemas relacionais, e ajudar os homens a entender as mulheres. Lá dizem os ingleses “Happy Wife, happy life!”

Candidatura e Campanha

 Como qualquer partido político que quer governar o país, há primeiro que apresentar a candidatura e iniciar uma campanha de propaganda política junto dos eleitores, sendo que neste caso você é o “partido político”, o objecto do seu interesse o “governo”, a família e amigos dela, e ela própria, os “eleitores”. Não se iluda, vai ter que conquistar todas estas facções!

Antes de apresentar a sua candidatura, deve ter a noção clara que o que pretende governar é a “máquina do estado”, que é “pesada”, complicada e burocrática, ou seja, para conseguir que algo seja feito são necessárias petições, requerimentos vários, beijos, súplicas e carinhos.

Por outro lado, analise bem a que tipo de país a cujo governo se está a candidatar. Um estudo topográfico atento é fundamental, mas só existem três tipos toponímicos: fértil, árida ou inculta. A fértil é a mais fácil de gerir, já está organizada e normalmente anda só à procura de um governo que ajude a expandir os recursos. A inculta, está aberta a todas as possibilidades, mas como nunca foi explorada, dá trabalho! A mais difícil é a árida, como em tempos já foi fértil, terá que convencê-la que os anteriores modelos de governo é que falharam, e que sob a sua gestão poderá ser fértil e próspera novamente.

Tenha igualmente atenção às fronteiras e países limítrofes, com quem provavelmente terá que fazer todo o tipo de acordos (comerciais, políticos, pactos de não-agressão, etc). Tenha especial atenção se o país for rodeado de água por todos os lados, a paisagem é bonita, mas é bom que saiba nadar e tenha bons pulmões, pois a exploração da costa marítima é complicada e nunca se sabe que tipo de fauna por lá prolifera, assim como é mais dada a atrair “turistas”.

Quando finalmente apresentar a candidatura, siga os seguintes pressupostos para ganhar a campanha eleitoral:

-  Uma boa imagem é fundamental, está provado que os candidatos com “bom ar” ganham na maioria das vezes.

-  Faça sempre “jogo limpo”,  ou seja, não deixe roupa espalhada pelo chão, limpe o espelho depois de lavar os dentes e o lavatório depois de fazer a barba.

- Uma proposta de governação credível, não faça promessas que não possa cumprir!

- Finalmente, e talvez o mais importante, o merchandising da campanha, de óptima qualidade e, em quantidades generosas (não esquecer beijos, carinhos e elogios em doses igualmente grandes).

 

Tomada de posse e a gestão do poder

Depois de ganhas as eleições e a tomada de posse, com as famílias, arroz e copo d’água, é chegada altura de iniciar a gestão do país. Mas não se iluda, ao contrário de tempos idos, isto é um governo de coligação! Assim sendo, há que fazer a divisão dos ministérios, que hoje em dia não é fácil, apesar de tradicionalmente, alguns estarem à partida definidos, como a Administração do Território, tradicionalmente do pelouro feminino, ou o Ministério das Obras Publicas, tradicionalmente masculino, encarregue das reparações em geral.

Como vimos recentemente, o primeiro problema, é chegar a um acordo em relação ao Orçamento do Estado. Deverá haver um entendimento e fundo comum para os famosos “custos intermédios” (muito comentados, mas que nunca ninguém se lembrou de explicar ao país, que são os custos com educação, saúde, etc.), que irão assegurar o bom funcionamento do território. Normalmente, é mais difícil chegar a um entendimento em relação ao orçamento dos ministérios dela, que regra geral são muito mais elevados…mas não se assuste, nada que se pareça com os congéneres nacionais, nós não precisamos de frotas de automóveis topo de gama!

 

Acordos de Concertação Social

Nos governos de coligação, assim como nos casamentos, e relacionamentos em geral, por vezes surgem problemas, é então que surgem os acordos de concertação social. Por vezes pode ser confrontado com esta situação porque foi mais vezes com os amigos ao futebol do que a levou a jantar fora, ou porque simplesmente não lhe disse que ela ficava bonita com o vestido novo ou, cometeu o pecado capital, de gastar mais dinheiro com outra mulher qualquer (nem que seja com a sua mãezinha, a chamada “guerra-fria”, conflito tão antigo como a humanidade em si, que nem a NATO conseguiria negociar).

É então altura de abrir os cordões à bolsa, se não quiser greves-gerais e acções terroristas (conflito não-armado, mas muito eficaz na desmoralização do inimigo, que pode abranger áreas tão distintas como amuos, choros ou evoluir para a pior forma de terrorismo: a ausência de sexo!). Mas se acha que as negociações vão ser fáceis, esqueça! As mulheres são estranhas, até nas prendas que escolhem, portanto, esqueça as óbvias!

Nada melhor que um exemplo prático para ilustrar o problema. Eu gostava de ter um Panerai ou um IWC, um Português, mesmo por ser um “Português”!, mas duvido que algum dia os vá comprar. Porquê? Porque estes relógios são “empresas públicas”, pesadas, caras e, apesar de percebermos a sua necessidade, é difícil entender a maneira como funcionam. Já os relógios de moda…são como as empresas privadas, o peso financeiro da administração é mais leve, funcionam melhor (não estragamos as unhas a dar corda!) e, é fácil entender a sua mecânica, é só mudar a pilha! Isto, para não falar do facto que podemos ter muitas, formando um grupo empresarial coeso que responde a qualquer desafio (novos sapatos, novas malas, novo vestido, etc…).

Apesar de o ouro ser importante para as reservas do Estado, nomeadamente para a sustentabilidade do valor da moeda (quem diz moeda, diz casamento), o plástico é igualmente importante, seja sob a forma de relógio, mala ou cartão de crédito, assim como o aço ou a prata, também de importância fundamental no mercado das commodities (aqui traduza-se à letra, é cómodo para a sua carteira, como para a sua paz de espírito em casa), tão importantes para a economia e sustentabilidade do mercado.

Balança Comercial

Conclusão, o segredo do sucesso está no equilíbrio da Balança Comercial (diferencial entre Importações – ou, Paz de Espírito /Exportações – ou, Prendas Oferecidas). As mulheres gostam de ser mimadas, recompensadas e de ver os seus esforços reconhecidos. Para manter este equilíbrio precário, ofereça prendas sem data nem hora marcada. Todos sabemos que se as Exportações forem maiores que as Importações, estamos perante um país próspero e feliz…Este é o segredo para ter um casamento Superávit!

 

 

Alexandra Cotrim é formada em Design de Comunicação pelo I.A.D.E.. Começou a sua carreira na revista "Grande Lisboa", da Ambelis - Associação das 500 maiores empresas da região de Lisboa. Depois de um a passagem de 10 anos por um grupo económico internacional, onde trabalhou na área do Corporate Banking, regressou em 2008 à comunicação social onde permanece até hoje como Directora de Comunicação e Multimédia da RICHpress. Responsável pelo desenvolvimento e estratégia de comunicação da empresa e das publicações do grupo, assim como colaborações com parceiros internacionais, como a realização do projecto de corporate image para a Pigeon Publishers, editora proprietária da revistas "Relojes y Estilograficas"
07/Ago/2014

Será que o conceito de “Luxo” (tal como hoje é entendido e vendido) está velho e ultrapassado? As marcas tradicionais deste sector, e até mesmo as mais recentes que aspiram a um “lugar ao Sol” neste segmento parecem estar cegas à evolução do... Ler mais

02/Jun/2014

Fui ao Rock in Rio. Eu, que nem em miúda fui muito dada a festivais de Verão, é muito pó, muita gente, filas por tudo e por nada e, o pior de tudo, vêm-se os artistas do tamanho de formigas e o som, esse depende do vento! Prefiro uma boa e... Ler mais

28/Jan/2014

ou As mulheres não são assim tão complicadas…

Qual é o homem que nunca passou pelo drama, ou telenovela mexicana, que é comprar uma prenda à mulher da sua vida? (seja ela namorada, mulher, mãe, irmã ou filha). Enquanto os homens têm uma... Ler mais

mSign é assinatura digital na Samsung

A Multicert desenvolveu para a Samsung disponibilizar nos seus Galaxy S8, S8+ e Note 8, uma nova forma de assinar legalmente os seus documentos;... Ler mais

A Casio e os 35 anos do G-Shock

É só em Abril do próximo ano, mas a Casio já está a pensar na comemoração dos 35 anos de existência de um dos seus modelos mais populares: o G-... Ler mais

Esquadra 501 com edição especial Fortis

Chama-se “Aviatis Aeromaster Professional Esq.

Kit de Natal do Rock In Rio 2018 com Bruno Mars

O Rock In Rio 2018 vai contar com Bruno Mars para fechar o programa do dia 24 de Junho, e o bilhete para este espetáculo está incluído no Kit de... Ler mais